Relatos

Envie-nos informações sobre o fenómeno meteorológico severo que testemunhou, através do preenchimento do formulário designado por Relato,acessível através do botão Enviar Relato. Esta informação, mais detalhada, será encaminhada, para o Centro de Análise e Previsão do Tempo do IM, IP, para conhecimento e utilização dos meteorologistas responsáveis pela vigilância do estado do tempo e disponibilizada na área de ocorrências deste sítio de internet.

Parecem estrelas a piscar no céu agrupavas como se fosse um bando de pássaros e vão piscando, movendo-se lentamente , 2017-07-23 00:40
Nuvens no céu, 2017-07-16 09:10
Casa da Seiceira, Brejão , 2017-07-15 09:51
granizo, 2017-07-06 16:52
Vento forte, 2017-06-30 13:15
Durante a manhã de hoje o dia tem estado periodicamente muito nublado com uma temperatura de 17ºC, com um vento calmo. Por volta das 13h15 dá-se uma rajada de vento muito forte.
Tempo chuvoso, 2017-06-29 14:20
Súbita alteração atmosférica, dia 17 junho , 2017-06-17 20:30
No sábado, dia 17, por volta das 14h, seguia de automóvel em direção na A5, zona de Monsanto e em andamento, o carro marcava de temperatura exterior: 46oC e depois, 47oC. Esteve uma manhã e tarde de céu limpo e muito sol. Por volta das 17h23, entre Fernão Ferro e Quinta do Conde, mantinha-se o tempo espetacular do início da tarde, pelo que até às 18h30 estivemos numa piscina com crianças. De repente, às 20h37, o tempo modificou-se repentinamente, com nuvens muito escuras e céu escuro, com trovoada espaçada e seguindo-se uma chuva ligeira. Houve uma alteração total do tempo em cerca de 2h.
Trovoada, 2017-06-17 20:00
Forte trovoada na zona de Coruche, distrito de Santarém, acompanhada de aguaceiros. A temperatura manteve-se bastante elevada.
Praia fluvial de Monsaraz: condições convectivas extremas (17.06.2017), 2017-06-17 18:00
A viagem iniciou-se em Estremoz por volta das 14h30, tendo como destino final a praia fluvial do Centro Náutico de Monsaraz, nas margens do Lago do Alqueva. A saída inicíou-se debaixo de um céu pouco nublado e uma tarde muito calorosa, com a temperatura a rondar os 41 ºC; alguma nebulosidade em desenvolvimento para sueste. Ao longo do caminho (cerca de 60 quilómetros) a temperatura do ar vai mantendo-se constante e a nebulosidade vai aumentando, uma vez que os principais núcleos convectivos se vão desenvolvendo para sueste, exactamente a direcção que vamos tomando para Monsaraz. A chegada à praia fluvial ocorreu por volta das 16h45; o céu apresenta-se muito encoberto (seis oitavos), a temperatura ronda os 39 ºC/ 40 ºC e após um breve tempo de exposição ao sol, fomos a banhos... Ao longe, sobretudo para leste (Espanha) observam-se agora bandas de precipitação. A pouco e pouco vão crescendo cumulonimbos dispersos, quase todos a leste... Meia hora mais tarde começam-se a observar raios ao longe (nordeste). É a nordeste que começa a desenvolver-se um imponente cumulonimbo que, olhando para o seu topo, vai-se aproximando ... Aumenta a intensidade dos raios e começam-se a ouvir os primeiros trovões. A bandeira vermelha é içada mas nem todos os banhistas se retiram da água. Entretanto levanta-se um vento moderado e muito quente, procedendo de nordeste, ao mesmo tempo que o céu vai ficando cada vez mais escuro. Para observar a tempestade que se aproxima restam duas hipóteses: ir para o carro ou ficar no bar de apoio à praia. Entretanto ainda há tempo de dizer aos nadadores salvadores para o perigo que algumas pessoas estavam a correr por se manterem dentro de água com a chegada da tempestade... Não demora nada em começar a chover, ao mesmo tempo que o vento se tornou moderado a forte, talvez rajadas na ordem dos 40 a 60 quilómetros por hora. Agora quase toda a gente recolhe ao bar de apoio, espaço gentilmente cedido pelos proprietários para que todos se possam refugiar da tempestade. Cerca de quinze minutos de chuva acompanhada por vento muito forte... Baixa densidade de descargas eléctricas. (Mais fotografias do evento no meu Blogue GEROTEMPO: http://gerotempo.blogspot.pt/2017/06/6293-praia-fluvial-de-monsaraz.html)
Ventos fortes com árvores arrancadas, 2017-06-17 17:15
Ventos fortes com rajadas sem direcção certa, trovoada, chuva, árvores partidas ao meio, outras com ramos partidos, outras arrancadas.Telhas de abrigos (animais ou alfaias agrícolas) arrancadas totalmente ou parcialmente.
Entrar


Esqueceu a sua senha?
Novo utilizador?