Situação Depressionária a Oeste do Continente no dia 02 de Novembro de 2016

:

 

A sequência de imagens de satélite do RGB Nuvens HRV (Figura 2) do dia 02 de Novembro de 2016 são visíveis dois núcleos depressionários centrados a oeste do continente. Um dos núcleos depressionários é quase estacionário, mas o que se encontra mais próximo, não só se desloca para nor-nordeste como desenvolve uma célula com grande atividade. A imagem de radar do produto MaxZ (Figura 1) das 12UTC do radar de Coruche mostra valores de reflectividade elevados, no entanto apesar das imagens de satélite mostrarem o seu desenvolvimento à medida que a depressão se desloca, a imagem de radar das 14UTC mostra que os valores de reflectividade não são muito elevados quando esta entra em terra. Os valores máximos de precipitação registados nas estações do litoral a norte do Cabo Raso foram inferiores a 3 mm/h, no entanto é expectável que no mar tenham sido muito superiores quer pelos valores de reflectividade quer pela mancha nebulosa que acompanhou esta depressão.

 

copy2_of_J1.png

Figura 1 - Imagens do Radar de Coruche dos Máximos de Reflectividade (dBZ) às 12UTC E 14UTC do dia 02/11/2016.

 

copy2_of_J2.png

Figura 2 – Sequência de imagens do satélite Metosat Second Generation do RGB Nuvens HRV do dia 02/11/2016 das 11UTC ÀS 16UTC.

Entrar


Esqueceu a sua senha?
Novo utilizador?