Sistema frontal - 19 de abril de 2016

:

 

O estado do tempo em Portugal continental no dia 19 de abril de 2016 foi condicionado pela aproximação de um sistema frontal, associado a uma depressão centrada a oeste da Península Ibérica (quase estacionária e em fase de enchimento). A este sistema frontal, esteve associada uma frente fria em deslocamento para noroeste (com atividade moderada a forte), e ainda uma linha de instabilidade na circulação da referida depressão. Um anticiclone quase estacionário em fase de intensificação localizava-se sobre as ilhas Britânicas e estendia-se em crista a sul do arquipélago dos Açores. Em aproximação, um outro sistema frontal a oeste do referido arquipélago com uma depressão associada em fase de cavamento.

 

Na figura 1, apresenta-se a análise de superficie para o referido dia, onde se representam as linhas de igual pressão atmosférica referente ao nível médio do mar (isóbaras), a localização das superficies frontais (quentes, frias e oclusas) e os centros de acção (depressões ou anticiclones), e relativo a estes ainda as suas posições previstas nas próximas 24 horas.

 

sc1.bmp

Fig.1 – Análise sinótica subjetiva para o dia 19 de abril de 2016 às 12 UTC.

Fonte: OPC NHC WPC - NOAA.

 

Na figura 2, apresenta-se uma imagem de satélite, produto denominado de cor natural, onde podemos observar a região depressionária a oeste da Península Ibérica através de bandas de nebulosidade alta em forma espiral (cor azul) e nebulosidade baixa (cor branca). Os continentes apresentam uma cor verde e o oceano uma cor preta.

Na figura 3, apresenta-se uma imagem de radar, no domínio das micro-ondas, onde podemos obter informação sobre o campo do vento à superfície (intensidade e direcção) e identificar com precisão o centro da depressão centrada aproximadamente em 40ºN16ºW. Nesta imagem está representada pelas barbelas (cor vermelha) a direcção do vento e a sua intensidade em nós (kt).

sc2.bmp

Fig.2 – Imagem de satélite do MSG-2, produto RGB - natural color, para o dia 19 de abril de 2016 às 12 UTC. Fonte: EUMETSAT

 

De um modo geral, em Portugal continental o céu esteve geralmente muito nublado. Ocorreram períodos de chuva fraca no litoral da região Centro durante a manhã. A partir do final da tarde ocorreram períodos de chuva, por vezes forte, no litoral das regiões Centro e Sul, estendendo-se gradualmente ao interior destas regiões. O vento foi fraco, aumentando para moderado no litoral e nas terras altas a partir da manhã e tornando-se gradualmente do quadrante sul. Ocorreu neblina ou nevoeiro matinal.

copy_of_sc3.bmp

Fig.3 – Imagem de radar do RAPIDSCAT-NASA, campo do vento à superfície com informação complementar do modelo HIRLAM (vento e pressão ao nível médio do mar), passagem ascendente para o dia 19 de abril de 2016 às 14 UTC.

Fonte: EUMETSAT/KNMI.

Entrar


Esqueceu a sua senha?
Novo utilizador?