Precipitação forte em Penamaior, concelho de Paços de Ferreira, entre as 10h00 UTC e as 15h30 UTC de dia 3 de novembro de 2014

A passagem sucessiva de várias superfícies frontais em Portugal Continental condicionou o estado do tempo, em particular a região litoral norte. Neste contexto, a passagem de uma superfície frontal, no dia 3 de novembro, originou períodos de chuva por vezes forte, passando a regime de aguaceiros, com os valores de precipitação acumulada a atingirem valores bastante elevados, como é o caso de Vila Nova de Cerveira com 21.8 mm, 39.2 mm e 64.6 mm, em 1, 3 e 6h respetivamente e Luzim com 75.6 mm e 76.7 mm, em 12 e 24h respetivamente.
:

No dia 3 de novembro pp, o estado do tempo em Portugal continental foi condicionado pela passagem sucessiva de superfícies frontais, de norte para sul. A superfície frontal fria de maior atividade começou a atravessar o noroeste do território a partir do início da tarde, localizando-se na região de Lisboa no início da noite. As regiões do Norte e Centro, a partir da tarde, ficaram, gradualmente, sob a influência do ar pós-frontal frio e muito instável. No Continente, o céu esteve em geral muito nublado, inicialmente com abertas na região Sul. Ocorreram aguaceiros fracos que gradualmente passaram a períodos de chuva, por vezes forte, inicialmente no Minho e Douro Litoral e progredindo posteriormente para sul.

carta_ECMWF_v10m_pnmm_análise_12h_3nov2014

Figura 01 – Análise de superfície das 12 UTC de dia 3 de novembro de 2014 (Centro de Previsão e Vigilância Meteorológica, IPMA) da carta do vento a 10m e pressão ao nível médio do mar (ECMWF), com identificação através de um círculo azul da zona mais afetada pela precipitação antes da passagem da superfície frontal.

Análise de superfície das 18 UTC de dia 3 de novembro de 2014 (carta do UK Met Office)

Figura 02 – Análise de superfície das 18 UTC de dia 3 de novembro de 2014 (carta do UK Met Office), com identificação através de um círculo azul da zona mais afetada pela precipitação depois da passagem da superfície frontal.

O sistema frontal às 12 UTC, encontrava-se a noroeste da Península Ibérica (figura 01) e às 18 UTC, executava a sua passagem por Portugal Continental (figura 02). Recorrendo ao produto PCAPPI(Z) do radar da Corunha (rede nacional da AEMET), é possível identificar que às 1440 UTC, a frente fria iniciava a sua passagem pelo Minho e, portanto, ainda não tinha atingido na máxima força o concelho de Paços de Ferreira, nomeadamente a freguesia de Penamaior.

Imagem das 1440 UTC de 03 de novembro de 2014 do produto PCAPPI(Z), em dBZ, do radar da Corunha (rede nacional espanhola)

Figura 03 – Imagem das 1440 UTC de 03 de novembro de 2014 do produto PCAPPI(Z), em dBZ, do radar da Corunha (rede nacional espanhola), com identificação da frente fria limitada pelas linhas a tracejado, quando estava a iniciar a sua passagem pelo território nacional.

A previsão do ECMWF para as 15UTC (H+15) do parâmetro ‘total de água precipitável’ (TPW), em mm, mostrava valores compreendidos entre os 30 e os 32.5 mm para o litoral norte (figura 04).

Previsão H+15 do ECMWF, para dia 3 de novembro de 2014, do total de água precipitável (mm)

Figura 04 – Previsão H+15 do ECMWF, para dia 3 de novembro de 2014, do total de água precipitável (mm), com identificação a tracejado laranja da zona com valores entre os 30 e os 32.5 mm.

Para este dia estavam previstos períodos de chuva forte e persistente, com especial referência para os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real, Viseu, Aveiro e Coimbra, onde a precipitação acumulada em 6h poderia atingir valores entre os 40 e os 60 mm. O modelo AROME apontava para valores compreendidos entre os 20 e os 50 mm, para a precipitação acumulada em 3h às 15UTC nos distritos de Viana do Castelo e de Braga (figura 05.a)) e entre 20 e 60 mm para os distritos de Braga e do Porto às 18UTC (figura 05.b)).

Previsão do modelo AROME da precipitação total (mm) acumulada em 3h às 15 UTC e às 18 UTC

Figura 05.a)                                                                              Figura 05.b)

Figura 05 – Previsão do modelo AROME da precipitação total (mm) acumulada em 3h: a) às 15 UTC; b) às 18 UTC.

Os valores de precipitação acumulada registados por algumas das estações da rede do IPMA, no distrito de Braga e Porto, foram:

Tabela 01 – Valores de precipitação acumulada em 1, 3, 6, 12 e 24h, em mm, para as estações da rede nacional do IPMA que se encontram geograficamente na vizinhança da freguesia de Penamaior (concelho de Paços de Ferreira).

Estação\período

1h

(14UTC)

3h

(12-15UTC)

6h

(10-16UTC)

12h

(10-22UTC)

24h

(00-24UTC)

Braga/Merelim

18.9

20.0

45.3

47.4

48.7

Cabeceiras de Basto

21.0

21.4

42.2

58.2

59.1

Porto/S.Gens

15.9

10.7

24.4

33.3

35.0

Luzim*

27.5

26.9

43.6

74.6

76.7

* A estação de Luzim é a que se encontra mais próxima geograficamente do local do relato.

Comparando com os valores registados na estação do autor do relato, ‘Estação meteorológica de Paços de Ferreira’ (Oregon Scientific wmr200), verifica-se pela tabela 02 que os mesmos são concordantes com os da tabela 01.

Tabela 02 – Valores de precipitação acumulada em 1, 3, 6, 12 e 24h, em mm, para a estação do autor do relato (concelho de Paços de Ferreira).

Estação\período

1h

(14UTC)

3h

(12-15UTC)

6h

(10-1550 UTC)

12h

(10-22UTC)

24h

(00-24UTC)

‘Estação Meteorológica de Paços de Ferreira’

10.7

35.8

54.6

78.0

78.0

Valores retirados do URL da estação (http://www.wunderground.com/weatherstation/WXDailyHistory.asp?ID=IPORTOPA2 ) (fonte: http://meteoglobal.ipma.pt/estacoes-meteorologicas/estacao-meteorologica-de-pacos-de-ferreira)

Entrar


Esqueceu a sua senha?
Novo utilizador?