Episódio de neve dias 24/25 de novembro de 2016

:

 

Entre o final da tarde de dia 24 e o início da manhã de dia 25 de novembro de 2016 ocorreu um episódio de neve abundante nas regiões do interior Norte e Centro, o qual teve um impacto considerável na vida das referidas populações pelo facto de ter causado uma acumulação considerável de neve no solo, impedindo assim as habituais deslocações. A neve caiu em altitudes relativamente baixas, nomeadamente abaixo dos 1000 metros, com relatos especialmente nos distritos de Viseu, Vila Real e Guarda, onde várias estradas foram cortadas, nomeadamente a estrada nacional EN(321) na serra de Montemuro, a municipal 553 no concelho de Resende, a estrada nacional que liga Castro Daire a Cinfães, a A24 na zona das serras do Marão e Alvão (entre Vila Real e Vila Pouca de Aguiar), na região de Montalegre e todos os acessos à Torre, na serra da Estrela. No dia 25 durante a manhã, a observadora das Penhas Douradas, ajudada por uma equipa da Protecção Civil e Bombeiros, conseguiu chegar ao local e registou uma altura de 37cm de altura de neve acumulada a cerca de 1400 metros de altitude.

J14.png

J15.png

J16.png

 

Na base deste evento esteve o deslocamento retrogradante, muito pouco habitual, de uma depressão inicialmente centrada entre as ilhas Baleares e Barcelona (no dia 23) e à qual esteve associada frontogenese resultante de um contraste de massas de ar. De facto, nos dias 23 e 24 até ao meio da tarde, sobre a generalidade da Península Ibérica a massa de ar era tipicamente polar, enquanto sobre o mediterrâneo oriental junto a Espanha, a massa de ar era tropical húmida.  Esta depressão, em fase de cavamento, deslocou-se lentamente para norte e posteriormente para oes-noroeste, e entre as 00 e as 06UTC de dia 25 posicionou-se a oeste da costa norte/centro de Portugal continental, tal como é evidenciado pela imagem de satélite acima. No seu trajecto, a ondulação frontal evoluiu e o ramo que atingiu as regiões Norte e Centro aparentava estar em fase de oclusão. Durante a madrugada de dia 25, a referida depressão era relativamente barotrópica e encontrava-se em deslocamento lento para sul  inserida numa vasta região ciclónica sobre o Atlântico ocidental.

A isotérmica zero, aproximadamente a 1000/1200 metros de altitude sobre o interior Norte e Centro, associada ao deslocamento e cavamento da referida depressão sobre a região favoreceu  a queda de precipitação sob a forma de neve, tal como de facto se verificou.  Nos mapas das observações do IPMA acima, podem observar-se os baixos valores da temperatura do ar em particular nos distritos de Vila Real, Viseu, Bragança e Guarda e a ocorrência generalizada e persistente de precipitação, que conforme referido foi sob a forma de neve em vários locais.

 

Entrar


Esqueceu a sua senha?
Novo utilizador?