Cloud streets sobre portugal continental (15 e 16 de abril 2016)

:

Cloud Streets são linhas paralelas de cumulos (Cu) que se formam aproximadamente ao longo do escoamento. Podem formar-se sobre o mar quando uma massa de ar frio e seco, normalmente originada sobre uma superfície continental fria, atinge o oceano mais quente, destabilizando a camada limite marítima pouco espessa através do processo de mistura. Formam-se numa camada de ar instável, com uma inversão de temperatura no topo, onde a direção do vento não varia significativamente com a altitude. À medida que a área de geração aumenta perdem o padrão linear e adquirem padrão celular. Podem desenvolver-se sobre continentes, através do mesmo processo, normalmente na primavera e no verão, quando o ar marítimo, mais frio flui sobre terra mais quente.

Nos dias 15 e 16 de abril de 2016, duas superfícies frontais frias atravessaram Portugal continental (Figs.1 e 3).

Após a passagem da superfície frontal, o ar mais frio e instável sobre o continente deu origem a um padrão linear de nuvens cumuliformes alinhado com a direção do vento (SW) (Figs. 2 e 4). À medida que o ar se deslocava para o interior, as bandas de Cu aumentaram de largura e de desenvolvimento vertical, transformando-se, em alguns casos, em cumulonimbus (Cb).

 

angela1.bmp

 

angela2.bmp

 

angela3A.bmp

 

angela4.bmp

Entrar


Esqueceu a sua senha?
Novo utilizador?