Agitação marítima de 13 a 15 de fevereiro de 2016

:

 

O estado do mar pode ser calculado através de modelos numéricos de ondas geradas pelo vento (figura 2), através de séries cronológicas de campos da velocidade do vento sobre a superfície do oceano (figura 1). Estes modelos permitem prever com antecedência o estado do Mar, permitindo que seja emitido aviso de agitação marítima quando a altura significativa atinge o limiar de aviso. Na situação em análise, um fluxo de oeste persistente, com vento forte contribuiu para a geração de ondulação (ondas geradas num local distante do local de observação, que apresentam um aspecto regular e uma propagação bem definida) que levou à emissão de aviso amarelo para agitação marítima forte a partir de dia 13, tendo sido posteriormente elevado o nível de alerta para laranja e vermelho dado que se previa que agitação marítima nos dias 14 e 15 atingisse valores superiores a 7 metros. No dia 15 de Fevereiro foi registado na bóia de Leixões do Instituto Hidrográfico às 0500 UTC, 8.1 metros de altura significativa e 12,3 metros de altura máxima.

 

mada1.bmp

Figura 1 - Carta de superfície do dia 11 Fevereiro às 1200 UTC

mada2.bmp

Figura 2- Exemplo do modelo de agitação marítima do dia 11/02/2016 às 1200 UTC

Entrar


Esqueceu a sua senha?
Novo utilizador?